LPM
LPM

Arte de rua: 4 museus a céu aberto

15 de junho de 2018
Eu GostoSão Paulo

Arte trás, por conceito, o ato de expressar uma abordagem sensível do mundo. Essa definição carrega em si uma abrangência que nos faz ver arte de uma maneira tão única e singular.

E como arte, e expressão das ruas e para as ruas, o grafite vem conquistando seu espaço, cada vez mais.

Listamos 4 lugares pelo mundo, em que os grafites transformaram as ruas em verdadeiras galerias de arte a céu aberto.

Confira:

Tunísia


Clique ou arraste para o lado. 

Já falamos da ilha tunisiana, chamada Djerba em outro post. Lá, na ilha que é conhecida como a “ilha dos sonhos”, transformaram uma vila em uma verdadeira exposição. Elektro Jaye participou do projeto em que foram convidados mais de 150 artistas diferentes de mais de 30 países. Eles desenharam e criaram espaços únicos pelas ruas da cidade.

 

Suécia


Clique ou arraste para o lado. 

Era uma vez uma área industrial esquecida no sul de Estocolmo. Snösätra é o cenário, que poderia continuar a ser cinza e sem vida, até que em 2014 teve um encontro transformador com a arte. Após a permissão dos latifundiários, os grafiteiros tornaram o local em uma das maiores exposições de grafite da Europa.

Artistas de todo o mundo trazem seu estilo de assinatura todos os anos, e há também uma parede aberta para quem quiser para mostrar sua arte. Além disso, em todas as primaveras  acontece um festival com música, DJ e pintura ao vivo para revelar novos murais.

 

Chile


Clique ou arraste para o lado. 

Valparaíso é uma cidade portenha que definitivamente é um museu a céu aberto. Suas próprias ruas se revelam como galerias. São vários morros pela cidade e as ruas de paralelepípedos criam o ambiente lúdico ideal para arte. Em cada lugar é possível ver desenhos,  murais, mosaicos, frases inspiracionais e algumas de confronto.

Com cores vivas a cidade toda pulsa arte. A própria administração do local apoia e promove a cultura de arte de rua. Dessa forma os moradores, empresários, muitos cafés, restaurantes e bares em ter artistas transformando suas paredes simples em obras de arte.

 

Brasil


Clique ou arraste para o lado. 

Em São Paulo, um dos locais mais famosos por seus grafites, é o Beco do Batman. O local teve suas primeiras intervenções artísticas ainda na década de 80, e desde então se tornou destino querido pelos grafiteiros.

A origem do nome não é certa, mas há uma teoria de que universitários chegaram na travessa e viram o desenho de um batman, e colocaram o “apelido” ao se referir do local que era perfeito para sua expressões e desenhos.

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário