Léo Oliveira
Léo Oliveira

Capítulo 1: Buscando histórias

29 de maio de 2020
Eu Compartilho

Olá, Pessoal! Meu nome é Leonardo Oliveira, também conhecido como “O Lobo Solitário”, e tenho viajado ao redor do mundo pelos últimos dois anos, passando por exatos 29 países, portanto, tenho muitas histórias para dividir com vocês.

Foto: Leonardo Oliveira

Em 2017, trabalhava em uma grande emissora de televisão, e por mais que sempre tivesse sido um de meus maiores sonhos estar lá, confesso que estava saturado de fazer a mesma coisa todos os dias pelos últimos anos, e foi então, que meu amigo Vinicius me ligou e disse:
– Cara, chegou a hora.
– Hora de quê? – Respondi.
– Iremos de férias para a Europa!

Esse era um plano que tínhamos no papel desde 2014, entretanto, por diversos motivos, nunca saiu dali.

Na mesma manhã, compramos nossas passagens e fizemos nosso roteiro. Começaríamos um mochilão de quase 30 dias na França, Paris, seguindo para Inglaterra, Alemanha, Polônia, Itália, e voltando para o nosso destino inicial, retornando para o Brasil.

A empolgação tomou conta das primeiras semanas, não aguentava tanta espera, porém, o fato de já pensar na volta para aquela minha mesmice de vida me deixava um vazio no peito.

Precisava de algo a mais!

Foto: Leonardo Oliveira

Meu avô foi o maior contador de histórias na qual conheci, falava sobre todos os assuntos possíveis, e tinha explicação até mesmo para o inexplicável, mas nos seus últimos 10 anos de vida, sofreu duramente com o Mal de Alzheimer, uma das doenças mais torturantes existentes, fazendo com que esqueça cada amor e cada história vivida.

Por todo esse tempo, vi meu pai cuidar dele como se fosse um filho, até que no ano de 2015, resolveu descansar, e me fazer entender que todas suas histórias, hora ou outra, iriam desaparecendo também, junto com aqueles que a ouviram um dia.

Isso me despertou um sentimento desconhecido, na qual por anos não conseguia descobrir o que era, até que entendi, e me dei conta de que o DNA de contador de histórias estava em mim também, mas só me faltava uma coisa… uma história.

Talvez, uma viagem de 30 dias pudesse me dar isso… mas e se eu pudesse ficar mais tempo?

Depois de muitas pesquisas, a vida, ou podemos dizer “internet”, me apresentou uma propaganda de intercâmbio em Dublin, Irlanda, em que na época, era o único país na Europa onde você poderia trabalhar, mesmo com um visto de estudante.

Juntei todas as minhas economias, vivia com R$100,00 do meu salário por mês, economizando cada centavo, mas não seria suficiente para viajar por 30 dias com o Vini e depois ir morar fora, então fizemos um acordo: viagem de 1 semana juntos. Paris, Londres e Liverpool. Depois eu iria para Dublin, e ele seguiria com o roteiro, para Berlim.

Foto: Leonardo Oliveira

O tempo voou até lá, e em 28 de abril de 2018, demos início à nossa tão aguardada Eurotrip!

Só não esperávamos que logo em nosso primeiro destino, uma tragédia fosse acontecer, alterando praticamente todos os nossos planos.

Texto por: Léo Oliveira, o Lobo Solitário.
Aquele que decidiu viver uma vida a ser lembrada. Por ele, e por todos. Instagram: @leotsgou


Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário