Léo Oliveira
Léo Oliveira

Capítulo 5: O Ponto de Ignição

27 de junho de 2020
Eu Compartilho
Foto: Léo Oliveira

Que aventura até aqui, não é mesmo?

No outro dia, um sentimento horrível, choro preso na garganta, tentando aproveitar os passeios, mas sempre com Paris na cabeça. Foi então, que recebi uma mensagem de dois amigos da minha cidade natal, mas que atualmente, moravam em Londres e Holanda, respectivamente, dizendo que viram que eu estava pela área, e queriam me encontrar.

Em um bar sensacional, como se fosse dentro de uma árvore, conversamos, rimos, lembramos da infância, e minha confiança subiu ainda mais, além da mesma frase:
– Se precisar de qualquer coisa, conte com a gente.

Na manhã seguinte, o mesmo sentimento da anterior, e disse para o Vini:
– Me prometa uma coisa, irmão. Não me deixe desistir e voltar para o Brasil em hipótese alguma.
E ele respondeu:
– Você não vai. Há anos um levanta o outro, e dessa vez, não será diferente.

Estávamos a caminho de visitar Abbey Road, lugar onde os The Beatles gravaram discos e tiraram a clássica foto atravessando a rua.

Entramos no antigo estúdio, onde há uma loja de presentes. Essa banda não é a minha favorita, mas com certeza, é a mais importante, pois me lembra meu pai, e quando ouvíamos juntos os discos de vinil na minha infância.

Assinei com seu nome no muro do estúdio, e fui comprar uma lembrança para ele, mas quando me dei conta de que não tinha dinheiro, minha ficha caiu, e eu desabei de chorar. Foi de longe, o momento mais triste de toda a minha vida, e também, o meu ponto de ignição.


Para mim, Abbey Road foi o lugar mais importante da viagem, pois me trouxe de volta à realidade, e me deu forças pra levantar e conquistar tudo novamente. Me dei conta de que era isso, minha história estava acontecendo ali, e eu poderia chorar e me lamentar eternamente caso voltasse para o Brasil, e teria minha vida antiga novamente… ou então, sobreviver e reconstruir tudo na Irlanda, e um dia, voltar com uma história que inspirasse quem ouvisse.

Foi então, que decidi criar as “10 Missões” dessa história.

A missão 1/10 era mais do que justo ser minha visita à Catedral de Norte Dame, em Paris, local que sempre sonhei, concluída com sucesso! A missão 2/10, bom, se Abbey Road foi onde me reergui, então era ali mesmo que concluiria mais uma, e tiramos a icônica foto dos The Beatles, atravessando a rua.

Não pude comprar a lembrança para o meu pai, mas assinei o muro com seu nome, e prometi que, em 1 ano, voltaria lá para isso.

Aproveitamos muito nosso último dia pela cidade, museu de cera, uma mansão com teatro sobre histórias clássicas de Londres, as ruas iluminadas e animadas da Piccadilly Circus, além do London Eye, uma roda gigante, onde vimos toda a cidade.

Paris era passado, e agora o objetivo era chegar em Dublin, Irlanda, para montar um novo plano.

Mas antes, Liverpool nos espera!

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário