Mariana Teixeira
Mariana Teixeira

Como explorar o Nepal além do Monte Everest e os Himalaias?

15 de outubro de 2018
Eu VivoLugares Pela Ásia

Você consegue imaginar o Nepal além do Monte Everest e os Himalaias?

Quando pensamos em Nepal, a primeira coisa que nos vem à cabeça, Monte Everest, e os Himalaias certo?

Errado…

Nepal é muito mais que somente o Monte Everest. O país conta com paisagens de tirar o fôlego, que vão além da montanha mais alta do mundo.

 Exatamente, você sabia que o Monte Everest é a maior montanha do mundo?

SIM, 8.848m de altitude. Para escalar a mesma, a preparação física e psicológica é intensa, devido a sua altitude e outros fatores. Além do alto custo é claro.

Se você não esta preparado fisicamente, psicologicamente e financeiramente para encarar a maior montanha do mundo, e fazer a trilha de 17 dias para chegar ao pé do Monte Everest, sim chegar apenas no pé da montanha.

Há inúmeras possibilidades tão boas quanto a escalada, para explorar o Nepal.

De ponta a ponta o país oferece ricas paisagens, montanhas encantadoras, vilarejos que parecem conto de fadas, rios, cachoeiras. Também seus esportes radicais como: rafting e paragliding.

Longas pontes para cruzar rios, como nos filmes de “Indiana Jones”.

Festivais de cores e sabores ao longo do ano.

Sem contar com o povo local que são pura simpatia, sempre prontos a ajudar, largo sorriso e o famoso “Namastê”.

Tem alguma ideia de qual seria essa atração alternativa que atrai tanta gente do mundo inteiro para o Nepal?

São os famosos parques e suas reservas naturais.

Nepal conta com parques enormes com reservas naturais, animais selvagens e pássaros silvestres que podem ser avistados em seu habitat natural.

Explorando a pé, safáris de jipe ou somente ao redor da vila de bicicleta, é possível deparar-se com animais enormes e raros, caminhando e se alimentando ao seu redor.

Cada passo no Nepal é uma surpresa.

Nepal é um dos únicos países do mundo que tem espécies de animais como, o rinoceronte de um chifre, chamado “rinoceronte indiano”, podendo ser chamado também carinhosamente como, “rinoceronte unicórnio” devido ao seu único chifre.

O famoso tigre de bengala que atrai fotógrafos do mundo inteiro. Cerca de 163 a 253 encontram-se no Nepal.

Onde posso encontrar essas maravilhas da natureza?

O parque mais famoso do Nepal, localizado a 164km da capital Kathmandu, encontra-se na cidade de Chitwan chamado de “Parque Nacional Chitwan”.

O parque “Chitwan” oferece atividades diárias como Safáris para assistir o nascer do sol e ao longo do dia para explorar o parque nacional. Amamentação dos elefantes em seu habitat natural, banho dos elefantes.

Espécies únicas de pássaros, não estou falando de passarinho não, estou falando de pássaros gigantes que chegam na altura da cintura de um adulto.

Sem contar com o por do sol de tirar o fôlego.

Mas quem me garante que irei avistar os animais?

Bom, os guias não garantem o encontro com os famosos animais, para não causar frustração aos visitantes, porém os mesmos estão livre, leve e soltos ao longo do caminho. Tanto os rinocerontes, crocodilos, pássaros gigantes, quanto o tigre de bengala.

Fácil avista-los na beira de algum rio ou riacho, tomando água e se refrescando, também atrás de alimento nas áreas verde.

Os guias locais explicam que é mais fácil avistar os animais no verão, quando o tempo está muito quente os animais sentem a necessidade de ir tomar água em algum rio ou riacho em volta do parque afastado de suas “tocas”.

A reserva conta também com espécies de macacos que costumam visitar a vila na época da seca, onde não encontram comida no meio da floresta.

E os famosos crocodilos?

Sim, não podemos esquecer das famosos crocodilos encontrados no parque. Sabe aquele famoso crocodilo do desenho do “Pica Pau”, sim ele mesmo, chamado de “crocodilo Gavial”, pode ser avistado ao longo do passeio pelo rio.

O parque oferece um passeio pelo rio, podendo ser feito entre 1 hora até 8 horas, dependendo o lugar de origem e o destino que deseja atingir.

O passeio é feito em uma canoa comprida de até 4 pessoas e o “canoeiro”.

Cheio de crocodilos de diferente espécies, ao longo do percurso, em seu habitat natural. Essa sim é uma aventura melhor que o filme do “crocodilo Dante” e é garantido o encontro com os bichanos.

Vai encarar?

 Muito bom para ser verdade!

Mas quanto custa essa aventura toda?

O valor da entrada do parque para turistas sai a bagatela de 1700 rubs (moeda local) equivalente a 14 dólares no câmbio da época (outubro 2018).

Onde não inclui nada, além da entrada no parque.

Valores de passeios podem ser negociados na acomodação ou agências locais. Variando muito, dependendo do gosto do freguês. Lembrando sempre de dar aquela “chorada” nos preços. Todo mundo barganha não há vergonha alguma em fazer o mesmo.

Os passeios mais em conta podem ser feitos a pé ou de bicicleta. Os mais caros podendo passar à noite em uma torre no meio da floresta ou até 10 dias explorando a floresta com dois guias locais. Incluso acomodação, alimentação, água e prepare os pés para andar muito.

Lembrando que maior o número de pessoas no seu grupo, mais barato o pacote, podendo fazer o “combo” da entrada do parque com algumas outras atividades.

Geralmente os turistas ficam na região em torno de 2/3 dias.

Como dizem os locais, é tudo uma questão de experiência e saber aguardar o momento exato para observar essas maravilhas de nosso planeta

Vida longa aos animais.

Contudo, todavia, entretanto…

Nepal um país rico em diversidades, mostrando que vai além da maior montanha do mundo.

Paisagens únicas de tirar o fôlego, extensos rios que cruzam o país e suas mágicas pontes. Animais raros somente encontrados no Nepal, seu povo que irradia alegria apesar de toda pobreza e dificuldade que o país se encontra.

Eles não deixam de acreditar, agradecer e ter esperança de um futuro melhor para suas mulheres e crianças.

Essa é uma pequena amostra que o Nepal vai além das montanhas. Vale à pena conferir, eu indico.

Namastê!

 

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário
  1. Isabel Celeste   •   16/10/18   •   08h32

    Madeixa, quanta coragem! Adorei realmente vc foi ousada! 83 países!! Quanto conhecimento e quanta aventura. Estou muito feliz em te conhecer e aprender com quem fez isso de verdade! Um ótimo exemplo trazer esse conhecimento a todos nós!! Vc é linda e talentosa..

  2. Andreia Fregato   •   16/10/18   •   13h18

    Marrri Parabénssss , vc se tornou o o orgulho do nosso grupo pode ter certeza, te acompanho sempre , essa matéria ficou fantásticaaaa, muito inteligente e corajosa hein …kkkk, continue ser nossos olhos pelo mundo :)) um beijão

  3. Elza   •   16/10/18   •   13h44

    Uau!! Que lugar maravilhoso!!!

    Qual é a melhor época para visitar?
    Vc acha que em março consigo fazer o safari e ver muitos animais?

  4. Eloara   •   24/10/18   •   03h25

    O mundo é muito grande pra enraizarmos numa só terra. Mari é demais esse teu projeto! E você está demais plantando a semente da viagem nas pessoas!