LPM
LPM

Curiosidades sobre o ano novo chinês

24 de janeiro de 2020
Eu CompartilhoLugares Pela Ásia

Você já ouviu falar do ano novo chinês? Sempre muito colorida e com vários fogos e artifício, a virada dos chineses não ocorre do dia 31 dezembro para o dia primeiro de janeiro, como aqui no ocidente. Isso porque o calendário usado na China é o lunisolar, que além do movimento do Sol, também leva em consideração as fases da lua. Esse ano a data ocorre no dia 25 de janeiro.

Nesse calendário, o ano possui 354 dias. Para não perder a sincronia com o ano solar, a cada três anos, aproximadamente, é acrescentado um mês. 


Outra diferença está nos signos, que diferente dos convencionais, são dados pelos anos. Ou seja, cada ano é de um signo diferente, que são representados por 12 animais: rato, boi, tigre, coelho (lebre), dragão, serpente (cobra), carneiro, macaco, galo, cão e porco (javali).

Segundo a lenda, Buda fez uma festa para comemorar a passagem de ano e convidou todos os animais da Terra. Porém, apenas 12 compareceram e como recompensa eles foram presenteados cada um com um ano. Em 2020 encerrou-se um ciclo do zodíaco chinês, com o ano do porco e inicia-se com o ano do rato.

O ano novo chinês também é repleto de tradições e costumes. O primeiro deles é limpar a casa antes da virada, mas é muito importante que seja antes! Varrer a casa durante as comemorações, que duram sete dias, significa que você está varrendo a boa sorte para fora do lar.

Também deve-se começar o ano com roupas novas — nunca velhas — e vermelhas, já que essa cor atrai boa fortuna. É proibido usar preto ou branco, pois segundo a tradição, atrairá azar pro resto do ano.


O vermelho é uma cor muito associada à riqueza. É costume os mais velhos presentearem os mais novos com um envelope vermelho com dinheiro dentro —  o hóngbāo — durante a virada. Após se casar, a pessoa para de receber o hóngbāo e precisa começar a destribuí-lo. A quantia pode variar, porém é sempre um número par, normalmente oito ou seis, já que a pronúncia desses algarismos se assemelham com riqueza e suave, respectivamente.

Assim como nós, os chineses também comemoram a virada de ano com muitos fogos de artifício. Essa prática tradicional é muito antiga e acredita-se que as explosões espantam os maus espíritos, que podem atrapalhar a prosperidade do novo ano.

Outra prática semelhante é a de fazer uma ceia. Na China, peixe e tangerina são indispensáveis nessa refeição, pois simbolizam o dinheiro. Frutas doces, talharim (macarrão) e arroz também não podem faltar.

No ocidente é comum fazermos promessas para o ano que está vindo, na China também! Mas lá, eles fazem algo um pouco mais elaborado. Os chineses escrevem seus desejos com tinta preta em papéis vermelhos, mas não é tão simples assim. Normalmente, os desejos são escritos de forma criativa e poética, depois os papéis são pendurados na entrada das casas.

Embora as comemorações de ano novo sejam diferentes, lá no fundo, as duas culturas dividem as mesmas intenções de boa sorte e felicidade.


Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário