Irineu Ramos
Irineu Ramos

Israel homoafetivo

06 de março de 2019
Lugares Pela ÁsiaNós Somos

 Constituir família homoafetiva em Israel é realidade. Com uma sociedade aberta e com respeito a seus cidadãos o país sai na frente nos novos arranjos familiares.

O casal Roy (42) e Ronen (39) Rosenblatt-Nir tem dois filhos (Saar e Rotem) concebidos com o sêmen de cada um deles, fecundado em óvulo adquirido em um banco de desenvolvimento humano e gerado em barriga de aluguel. As crianças têm poucos meses de diferença de uma para outra.

Roy e Ronen com os filhos concebidos por barriga de aluguel. No Gay-Center em Tel-Aviv, famílias homoafetivas se reúnem para o lazer com as crianças e trocar informações.

Segundo Roy, ex-consul de Israel para assuntos econômicos em São Paulo, homossexuais com filhos é bastante comum naquele país. E quanto a preocupação com relação ao fato das crianças serem discriminadas na escola, ele descarta qualquer possibilidade neste sentido. “Dos 25 alunos da sala de aula de Saar e Rotem, seis são de pais gays. Esse fato elimina qualquer preconceito”, explica.

As crianças trazem a complementação familiar tão necessária ao casal. Mas a vida em Israel é bem diferente da do Brasil. “O lado bom do Brasil é a facilidade para se contratar babá para dividir os cuidados. Por outro lado, aqui em Israel, onde é muito difícil e caro ter uma babá, estamos sempre mais próximos das crianças acompanhando todas as etapas do crescimento”, diz.

Roy representa no Brasil a Tammuz – Gestação por Substituição, que oferece o serviço de fecundação e barriga de aluguel no exterior, que segue todo o protocolo da Federal and Drugs Administration – FDA americano.

A gestação ocorre em barrigas contratadas na Ucrânia, Albânia, Colômbia e Estados Unidos. Durante a gravidez os pais recebem relatórios de saúde constantemente. O valor varia entre US$ 60 mil e US$ 110 mil, de acordo com o país escolhido para a gestação.

Há três anos funcionando em São Paulo, a empresa já tem 30 bebês nascidos e 50 casais fazendo o processo. Destes, um terço são héteros.

Outras informações: www.tammuz.com/por ou brasil@tammuz.com. Ainda: (11) 3323.0440

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário