Suzane Hammer
Suzane Hammer

Lisieux – De religiosidade a gastronomia

08 de outubro de 2019
Eu GostoLugares Pela Europa

Santa Terezinha é uma famosa santa que transformou a pequena cidade de Lisieux, na segunda maior cidade de peregrinação da França.

Distante 200 km de Paris na região da Normandia, Lisieux possui maravilhosos locais para visitação, tanto para quem busca um local para reflexão e oração em suas belíssimas basílicas e igrejas como uma cidade encantadora para desfrutar da deliciosa gastronomia e paisagem.

A jovem Teresa Martin, nascida em Aleçon em 1873, foi a responsável em colocar a cidade no mapa do turismo religioso, tendo se mudado com a família para Lisieux aos 4 anos de idade após o falecimento de sua mãe.

Aos 15 anos de idade entrou para a Ordem das Carmelitas Descalças e durante o período que esteve no convento foi autora de cartas, poemas, orações e textos, nas quais foram publicadas em diversos idiomas na mais famosa obra: A Historia de uma Alma.

Faleceu aos 24 anos de tuberculose sendo beatificada no ano de 1923 e canonizada após 2 anos. E assim Lisieux  possui hoje um patrimônio religioso extraordinário sendo a principal atração a Basílica de Santa Terezinha.

A imensa basílica, a maior igreja construída na França no século XX, é  muito procurada por peregrinos. Tem 4500 m², 18 capelas e cada uma é dedicada ao país que colaborou com sua construção. Incluindo o Brasil.

Espetaculares mosaicos e vitrais decoram suas paredes e cúpula com cenas religiosos que conforme a incidência dos raios solares que penetram por suas janelas intensificam e transcendem o brilho do mosaico.

Na basílica inferior outros maravilhosos mosaicos retratam com flores e pássaros a natureza tão amada pela jovem Tereza e também retratam a historia de sua curta vida. As relíquias de Santa Teresinha encontram-se sob a cúpula da Basílica.

A Familia de Tereza se instalou em uma charmosa casa chamada “Les Buissonnets”, também muito procurada por turistas para conhecer um pouco mais da historia de Santa Terezinha. A casa de sua família, uma construção muito bem preservada, se tornou um pequeno museu que guarda objetos da família. Inclusive o quarto onde a Virgem Maria apareceu para a jovem menina curada de uma misteriosa doença.

Além das atrações religiosas a região também oferece um excelente roteiro gastronômico. Passear por suas estradas é uma delicia, tanto pela belíssima paisagem rural como pelos restaurantes caseiros, locais com produtos de queijos, muitos produzidos artesanalmente e os famosos calvados e sidra . Os produtos regionais são de excelente qualidade e prova lós completa sua viagem pela simpática cidade de Lisieux e pela região que a envolve.

Um dos famosos pontos de visitação gastronômica é a fabrica de queijos Fromagerie E. Graindorge.Fundada em 1910 a queijaria produz queijos de leite de vaca da raça normanda. A empresa ainda oferece aos turistas uma visita guiada pela fabrica onde é possível aprender um pouco sobre o processo de produção de queijos. E claro, finalizando com uma maravilhosa degustação dos diversos tipos de queijos produzidos pela empresa.

Muito tradicional também é o Calvados. É uma bebida alcoólica original dessa região, é feita à base de maças ácidas (são necessárias 30 maças para cada litro) produzida numa das mais belas destilarias da Normandia. O Chateau du Breuil.

Classificado como monumento histórico o Chateau du Breuil tem como sua atração um  belíssimo parque com árvores centenárias.

Em relação às bebidas a região possui  vários produtores de bebidas à base de maçãs, muito cultivada na Normandia que produzem além do Calvados, suco de maçã e aguardente de maçã, cidra, fermentado da fruta, destilado de maçã; e poiré, fermentado de pêra.

Por todos esses maravilhosos e deliciosos motivos, vale a pena conhecer Lisieux e desfrutar do melhor que a região oferece.

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário