LPM
LPM

Uma breve história do Ballet Folclórico do México

29 de junho de 2018
Eu GostoLugares Pela América Central e Norte

“Um museu vivo que transmite ao mundo as tradições culturais do México”. Essa marcante frase se encontra na definição de “quem somos” do Ballet Folclorico do México, de Amalia Hernandez. E de fato, é uma realidade. O grupo de dança  se apresenta como uma cultura viva e pulsante. A cada giro as saias coloridas ondulam no ar, ao som de músicas folclóricas, são dados passos fortes, resistentes e, acima de tudo, mexicanos.

Crédito: Secretaría de Cultura CDMX / Visual Hunt

Como tudo começou…

Amalia Hernández, idealizadora do grupo, desde criança se envolveu com danças e apresentações. Com o tempo, se tornou bailarina. Estudou em renomadas escolas de dança e possuía sólida formação em dança clássica e moderna. Entretanto sentia falta de poder expressar a cultura de seu país através da dança. Foi nesse cenário que ela fundou seu próprio grupo, com o objetivo de difundir o valor artístico da cultura mexicana.

A investigação antropológica se tornou parte fundamental no processo criativo. Porém, não era apenas o estudo em si que a interessava. Ela havia se dado conta de que o estudo por si só não era suficiente e queria criar suas coreografias de maneira original fugindo do frio e intelectual e focando em uma apresentação cheia de vida.

Crédito: Secretaría de Cultura CDMX / Visual Hunt

Em 1952, Amalia tomou a decisão de começar a sua própria companhia de dança. A princípio sua ideia era de criar oficinas de dança. O grupo começou de maneira modesta, com apenas oito participantes. Logo começaram a trabalhar em sua primeira apresentação. chamava-se “Sons Antigos de Michoacán”, e incorporaram o desafio de experimentar e contribuir com criatividade no cenário do folclore mexicano.

Crédito: Secretaría de Cultura CDMX / Visual Hunt

O sucesso foi tanto, que em pouco tempo chamou a atenção do próprio governo mexicano e da secretaria de turismo, que levou o grupo para apresentar-se por várias partes do mundo, apresentando e representando a cultura mexicana. 

Depois do sucesso, a companhia cresceu e continuou se aprofundando em sua própria história e cultura, até se consolidar como o grupo que é hoje.

Crédito: Secretaría de Cultura CDMX / Visual Hunt

Se for ao México, vá ao ballet

Com mais de 50 anos, o Ballet Folclórico o México continua a dissipar, com muita cor, vida e alegria a cultura mexicana. É sem dúvidas uma experiência que a ser vivida e apreciada. Hoje, é uma companhia enorme e reconhecida mundialmente. Possuem uma agenda com várias apresentações mensais, portanto, quando for ao México, não deixe de conhecer.

 

 

 

Leia Também
Comente com o Facebook
Deixe seu Comentário
  1. […] moeda de 20 pesos do México foi considerado pelo jornal britânico, Telegraph, como uma das mais bonitas do […]